Tudo o que você precisa saber sobre a série Criminal Minds.

1) Você aprende sobre serial killers

 

Depois de tanto acompanhar a equipe da UAC estudando os criminosos, você acaba montando sozinho o perfil do assassino enquanto assiste. E muitas vezes você até mesmo acerta! Mas isso não significa que a série se torna óbvia. Todos os episódios são recheados de surpresas.

2) Você não precisa ter visto tudo

Apesar de também mostrar a vida pessoal da equipe do FBI, a série é mais focada nos crimes, o que faz com que os episódios sejam únicos e você não precise ter assistido os anteriores para compreender a ação. Entretanto, a série passou a investir mais na história dos personagens principais a partir da sexta temporada, o que a tornou ainda mais viciante. Os produtores conseguem mesclar bem essa ideia de ter episódios únicos, mas, ao mesmo tempo, prender o telespectador com histórias incríveis.

3) Os atores também são diretores

Por não ter um diretor fixo, os episódios variam um pouco de estilo, mas sempre mantendo o mesmo formato. Alguns são, inclusive, dirigidos por atores da série. Os meus preferidos são os mais macabros – normalmente dirigidos por Matthew Gray Gubler (que interpreta o Dr. Reid), de uma vítima sendo usada como marionete ao som do clássico “Where Is My Mind?”.

4) É pesada, mas também é engraçada

Para quebrar o clima de tragédia, a equipe sempre tenta manter o bom humor e rir junta. Isso acaba deixando a série mais leve. O humor sarcástico de alguns personagens pode até arrancar uma risadinha de vez em quando.

5) As personagens femininas têm presença forte

É uma série de ação, mas as meninas também lutam. E muito. Apesar de muitas vezes passarem por situações em que os outros duvidam de sua força e capacidade, elas sempre se provam tão boas quanto os homens em seu trabalho. A analista técnica do FBI, Penelope Garcia, mesmo sendo sensível e feminina, é uma das melhores hackers dos Estados Unidos.

6) Você sempre aprende algo novo com o Dr. Reid

Como toda série que se preze, Criminal Minds também tem um personagem pelo qual todas as meninas se apaixonam. Mas, nesse caso, ele é bem diferente. Spencer Reid é um gênio em… Bem, tudo. Apesar de ser o mais novo na equipe e ter dificuldade em campo, sua memória eidética e sua facilidade em notar o que muitos não percebem já salvaram muitas vidas.

7) A mistura de ação e emoção

Acima de tudo, trata-se de uma série de drama policial. Nem sempre é fácil ver as famílias sofrendo pela perda de seus entes queridos ou assistir às vitimas em agonia. Mas as cenas de ação não deixam a desejar e conseguem agradar quem curte o gênero.

8) Você não consegue tirar os olhos da tela até descobrir quem é o assassino

A série tem um poder muito grande: prender sua atenção do começo ao fim. Todos os episódios já começam durante o primeiro crime e, muitas vezes, você vê o rosto do serial killer logo de início, mas só nos últimos minutos você entende o que o motivou e como ele escolheu suas vítimas. Os casos despertam muita curiosidade – podendo até incentivar você a pesquisar mais depois de assisti-los.

9) Todo episódio tem uma citação marcante

Essa é uma das marcas registradas da série: logo no começo da investigação e após capturarem o suspeito, algum integrante da equipe narra uma frase. Às vezes são autores conhecidos, outras vezes referências que você nunca havia ouvido, mas sempre é algo relacionado ao crime e que te faz pensar sobre.

10) Um spin-off está programado para o início do ano que vem

O primeiro spin-off da série, Criminal Minds: Suspect Behavior, foi lançado no início de 2011, mas não deu certo e durou poucos meses. Já o novo spin-off está sendo esperado para o início de 2016 e será estrelado por, entre outros nomes, Tyler James Williams (sim, de Everybody Hates Chris!). Criminal Minds: Beyond Borders vai tratar de crimes fora da fronteira dos EUA e seu piloto já teve uma boa aclamação dos críticos.

11) Jennifer Love Hewitt entrou para o elenco fixo

Para quem sente falta da mocinha de Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado ou da paranormal Melinda Gordon de Ghost Whisperer, uma boa notícia: Jennifer entrou para o time da UAC no ano passado como a Agente Especial Kate Callahan e já se tornou uma das personagens mais queridas. Sua sobrinha, que ela cria como filha, já protagonizou episódios que envolviam pedofilia online, mostrando que há todo tipo de assassino na série.

Fonte:super.abril.

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location

Mais Lidos